CIÊNCIA

Taiwan realizará primeiro transplante de traqueia impressa em 3D

A pesquisa conta com o uso de células-tronco, que são inseridas no paciente através de um braço robótico e se depositam na traqueia artificial para produzir cartilagem e outros tecidos

  • Foto de arquivo. EFE/Carlo FerrarFoto de arquivo. EFE/Carlo Ferrar
Foto de arquivo. EFE/Carlo Ferrar

A ilha de Taiwan deve se tornar o primeiro país a transplantar uma traqueia humana impressa em três dimensões (3D), após a Universidade Nacional da ilha ter desenvolvido uma réplica do órgão com tecnologia para evitar a rejeição, informou hoje (20) o jornal Ziyou Shibao.

Chen Chin-hsing, chefe de um dos departamentos de Cirurgia do Hospital da Universidade Nacional de Taiwan, não confirmou a data do procedimento, mas garantiu que os médicos e pesquisadores estão em processo de preparação para a colocação da traqueia em 3D, que alcançou resultados bem-sucedidos em mais de 20 testes realizados com animais.

Com um dispositivo que libera medicamentos, a equipe espera combater a rejeição, um dos problemas mais difíceis de se resolver em transplantes tradicionais, segundo Chen.

Outra novidade da pesquisa é o uso de células-tronco, que são inseridas através de um braço robótico e se depositam na traqueia artificial para produzir cartilagem e outros tecidos.

Com esta nova tecnologia, no futuro, o transplante de traqueia deve demorar cerca de dois meses desde o momento em que se decide pela intervenção, incluindo o cultivo das células-tronco e a fixação da data da operação, acrescentou o cirurgião.

Após dois anos de trabalho, os pesquisadores alcançaram duas patentes ligadas ao transplante de traqueia, e os resultados de suas pesquisa foram publicados em 19 de dezembro pelo Ministério de Ciência e Tecnologia da ilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?