INTOXICAÇÃO

Sistema de Saúde britânico pede precaução em lugares visitados por casal intoxicado

Charlie Rowley e Dawn Sturgess, de 44 e 45 anos, estão hospitalizados em estado crítico após se contaminarem com o agente tóxico Novichok.

  • Agentes retiram banco onde Skripal foi encontrado. EFE/ ArquivoAgentes retiram banco onde Skripal foi encontrado. EFE/ Arquivo
Agentes retiram banco onde Skripal foi encontrado. EFE/ Arquivo

O Public Health England (PHE, na sigla em inglês) – serviço de proteção sanitária do Reino Unido – pediu nesta quinta-feira à população que visitou os lugares onde estiveram os dois intoxicados com Novichok em Wilthsire, sul da Inglaterra, que tome medidas de higiene como precaução.

Charlie Rowley e Dawn Sturgess, de 44 e 45 anos, respectivamente, estão hospitalizados em estado crítico após se contaminarem com o agente tóxico Novichok, o mesmo usado no envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e de sua filha Julia em março passado na cidade de Salisbury.

Os dois britânicos adoeceram na sua casa da cidade de Amesbury, no condado de Wiltshire, no sábado passado.

 

Local onde o casal foi encontrado. EFE

O PHE informou hoje que o risco para as pessoas em Amesbury e Salisbury é “baixo“, mas pediu algumas medidas de precaução.

“A nossa atual advertência, baseada em uma pequena quantidade de afetados, é que o risco para a população é baixo. Vamos manter esta avaliação sob constante revisão”, afirmou o subdiretor do PHE para o sudoeste da Inglaterra, Mike Wade.

Apesar disso, a PHE pediu medidas de higiene para quem tenha estado na sexta-feira passada em alguns dos lugares visitados por Rowley e Sturgess antes de adoecerem no sábado.

Entre os lugares estão o parque Rainha Elizabeth de Salisbury, duas propriedades em Salisbury e Amesbury, uma farmácia em Amesbury e a Igreja Batista Raleigh Crescent de Amesbury.

 

Farmácia em Amesbury. EFE

Como medidas de higiene, o PHE recomenda lavar, em casa, a roupa usada na sexta-feira e limpar telefones celulares, bolsas e qualquer outro objeto eletrônico com toalhas úmidas, e lavar bem as mãos.

Amesbury fica a 13 quilômetros de Salisbury, onde Skripal e sua filha se intoxicaram no dia 4 de março.

Segundo as autoridades, Rowley e Sturgess não foram alvos deliberados de um ataque, mas se trabalha com a hipótese de que se trate de uma “consequência” do envenenamento dos Skripal.

A Polícia não confirmou até agora se o agente tóxico provém do mesmo lote com o qual os Skripal se envenenaram.

O comitê de emergência Cobra, formado pelos principais ministros e por representantes das forças de segurança do país, reúne-se hoje pelo segundo dia consecutivo.

Vários lugares da cidade de Amesbury e arredores foram isolados como medida de precaução e os moradores foram avisados sobre o aumento da presença policial na região.

 

Agentes nas ruas de Amesbury. EFE

Marcados com: ,
Publicado em Dicas e curiosidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?