EBOLA

Ministério da Saúde confirma mais uma morte por ebola na RD Congo

Nas três áreas da RDC afetadas pelo surto da doença viral foram registrados até ontem 58 casos, dos quais 37 confirmados, 14 prováveis e sete suspeitos.

  • EFE/ ArquivoEFE/ Arquivo
EFE/ Arquivo

O Ministério da Saúde da República Democrática do Congo (RDC) informou, nesta quarta-feira, sobre uma nova morte por ebola após o surto declarado no noroeste do país, subindo para 27 o número de mortos, dos quais apenas 13 foram confirmados.

Nas três áreas da RDC afetadas pelo surto da doença viral, as rurais de Bikoro e Iboko e a urbana de Mbandaka, foram registrados até ontem 58 casos, dos quais 37 confirmados, 14 prováveis e sete suspeitos.

O Ministério da Saúde, juntamente com a Organização Mundial da Saúde (OMS), Médicos Sem Fronteiras (MSF) e outros organismos internacionais, realizam há duas semanas uma campanha de vacinação nas três zonas, onde mais de 1,3 mil pessoas já foram vacinadas.

Por enquanto, estão sendo imunizados com a vacina rVSV-ZEBOV, um tratamento experimental que foi testado na Guiné após a epidemia de 2014 a 2016, e a participação na campanha é gratuita e voluntária.

No entanto, o governo congolês estuda utilizar outros tratamentos experimentais.

A organização Human Rights Watch (HRW) pediu hoje o respeito pelos direitos humanos dos pacientes, como a liberdade de movimento, e pediu para limitar o uso da quarentena e proteção aos profissionais de saúde.

Este surto de ebola, localizado inicialmente nas zonas rurais do noroeste e que depois alcançou a área urbana de Mbandaka, é o nono que atinge a República Democrática do Congo desde que foi descoberto o vírus neste país, em 1976, quando então era chamado Zaire.

Marcados com: , ,
Publicado em Doenças e Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?