DESNUTRIÇÃO

Mais de 850 mil malineses menores de 5 anos correm risco de desnutrição aguda

Os dados de desnutrição de 2018 representam um aumento de 34% com relação ao ano passado.

  • EFE/ ArquivoEFE/ Arquivo
EFE/ Arquivo

Mais de 850 mil crianças malinesas menores de cinco anos estão em perigo de sofrer de desnutrição aguda em 2018, incluindo 274 mil em risco de desnutrição severa e de morte iminente, denunciou nesta terça-feira o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Os dados de desnutrição de 2018 representam um aumento de 34% com relação ao ano passado, e é consequência da deterioração da segurança alimentar em várias partes do país, segundo um comunicado da Unicef.

A desnutrição aguda é mais alta nas zonas do norte que são alvo de conflitos, como Timbuktu, onde excede 15%.

Como 1 em cada 28 recém-nascidos morre no primeiro mês de vida, o Mali está entre os dez países do mundo com piores indicadores de mortalidade infantil.

O país africano registra um das piores porcentagens de mortalidade materna, dado que uma de cada 27 mulheres morrem por problemas relacionados com a gravidez e o parto.

Marcados com: , ,
Publicado em Nutrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?