INDÍGENAS

Indígenas mexicanos receberão próteses 3D brasileiras

O acordo deve beneficiar 38% da população de comunidades da Sierra Madre Ocidental que possuem alguma incapacidade e necessitam de próteses

  • EFE/Laura DurangoEFE/Laura Durango
EFE/Laura Durango

Indígenas mexicanos que possuam alguma incapacidade poderão receber doação de próteses brasileiras em 3D graças a um acordo internacional assinado pela organização mexicana Guimedic.

A médica Carolina Candelario, fundadora da entidade e mestre em Gestão Administrativa da Saúde pela Universidad del Valle de México (UVM), assinou o convênio de parceria com a empresa Evocraft, que doará as próteses.

O acordo deve beneficiar 38% da população de comunidades da Sierra Madre Ocidental que possuem algum tipo de incapacidade. O convênio foi firmado durante o Programa de Líderes Emergentes dos Diálogos do Atlântico 2018, realizado no Marrocos em dezembro de 2018.

Candelario disse que também estabeleceu as bases de colaboração com Aaron Joshua Pinto, associado de comércio e investimento internacional do Canadá, para trabalhar em um acordo que permita compor o Guimedic Canadá, para mobilizar estudantes, médicos e governo local. A intenção é que o governo do Canadá envie profissionais de saúde preparados para oferecer serviços médicos no México.

Candelario explicou que trabalharão em parceria com Ashoka Brasil para realizar um mapeamento de norte a sul do México para criar uma rota de migrantes que inclua pontos que ofereçam serviços médicos, moradia e alimentação, com o que se busca garantir os direitos humanos dos migrantes.

Guimedic é uma associação sem fins lucrativos que disponibiliza atendimento médico a mais de 55.000 indígenas dos estados de Jalisco, Nayari, Sonora, Michoacán e Chiapas e conta com 1.200 médicos voluntários de diferentes países.

Marcados com: , , ,
Publicado em Ciência Médica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?