POLUIÇÃO

Fórum da OMS sobre poluição alerta que 93% das crianças respira ar tóxico

As pesquisas indicam que um de cada dez menores de cinco anos morre por causas que têm como raiz a poluição do ar.

  • EFE/ ArquivoEFE/ Arquivo
EFE/ Arquivo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que mais de 90% das crianças do mundo menores de 15 anos respiram ar tóxico.

O alerta foi feito ontem durante a 1ª Conferência Global sobre Poluição do Ar e Saúde.

“O ar contaminado envenena milhões de crianças e está arruinando suas vidas. Não podemos permitir. Todas as crianças deveriam respirar ar limpo para crescer e desenvolver-se plenamente”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A jornada inaugural desta conferência reuniu representantes da saúde de vários países e do setor energético e de transporte, os principais emissores de partículas contaminantes.

Os estudos apresentados nesta reunião evidenciam que 93% da população mundial menor de 15 anos, ou seja 1,8 bilhão de meninos e meninas, “respira ar tão contaminado que põe em grave perigo sua saúde e seu crescimento”.

“Muitos deles acabam morrendo: de acordo com as estimativas da OMS, 600.000 crianças morreram em 2016 por causa de infecções agudas das vias respiratórias baixas causadas pelo ar contaminado”, destaca o documento.

 

EFE/ Arquivo

 

De maneira geral, a contaminação do ar que supera os níveis máximos recomendados pela OMS é a causa subjacente de sete milhões de mortes ao ano.

A sessão de abertura deste fórum internacional esteve a cargo da diretora do Departamento de Saúde Pública, Meio Ambiente e Determinantes Sociais da Saúde, María Neira.

Neira destacou o decidido apoio à missão da OMS, uma organização que visitou várias vezes nos últimos anos para respaldar diversas iniciativas, como a de Hospitais Amigos das Crianças ou relacionadas com a nutrição.

Também considerou que nesta ocasião sua presença contribui de maneira importante para conscientizar a opinião pública sobre a magnitude da poluição do ar e seus efeitos devastadores na saúde, em particular das crianças.

Por ocasião desta conferência, a OMS apresentou um relatório que revela que respirar um ar tão contaminado ameaça não só a saúde das crianças, mas também seu desenvolvimento até a idade adulta.

As pesquisas indicam que um de cada dez menores de cinco anos morre por causas que têm como raiz a poluição do ar.

Os menores nos países de renda média e baixa são os mais afetados, com 98% das crianças menores de cinco anos que respiram partículas finas suspensas no ar a níveis superiores aos recomendados pela OMS.

Os dados recompilados para o relatório revelam também que as mulheres grávidas que respiram ar contaminado são mais suscetíveis a dar à luz de forma prematura, enquanto o bebê tem mais possibilidades de ter menor peso e tamanho ao nascer.

Na pequena infância, a relação entre a poluição do ar e a asma “é clara”, enquanto “há ampla evidência de que a exposição pré-natal e na infância à contaminação do ar está associada ao aumento do risco de leucemia e outros tipos de câncer”, detalha o relatório.

Uma das fontes de contaminação mais perigosa para as crianças está dentro das suas próprias casas, já que praticamente metade da população mundial utiliza artefatos e combustíveis altamente contaminantes para cozinhar.

 

EFE/ Arquivo

Marcados com: ,
Publicado em Saúde e Bem-estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?