Bronzeamento Artificial

Estado de Nova York proíbe bronzeamento artificial para menores 18 anos

Segundo autoridades, a exposição desde pouca idade pode agravar o risco de câncer de pele e jovens podem ter pouco discernimento quanto ao tema

  • Imagem ilustrativa de câmara de bronzeamento artificial. Foto: Pixabay/GerlachImagem ilustrativa de câmara de bronzeamento artificial. Foto: Pixabay/Gerlach
Imagem ilustrativa de câmara de bronzeamento artificial. Foto: Pixabay/Gerlach

O estado de Nova York proíbe a partir desta quinta-feira que menores de 18 anos possam utilizar centros de bronzeamento artificial por causa dos riscos à saúde, sobretudo o câncer de pele. O governador nova-iorquino, Andrew M. Cuomo, assinou hoje a legislação.

“Há tempos conhecemos os riscos do bronzeamento artificial e os devastadores riscos à saúde que acompanham à exposição prolongada aos raios ultravioletas. Ao limitar ainda mais que os jovens se exponham ao risco, podemos deter a propagação de doenças preveníveis e ajudar a salvar vidas”, diz o texto.

Por sua vez, o senador Phil Boyle disse que os aparelhos de bronzeamento e a exposição aos raios UV colocam os usuários em maior risco de câncer de pele, o que é agravado para quem começa a prática muito cedo.

“Com tanta informação enganosa, não podemos esperar que os jovens de 17 anos tomem decisões corretas”, afirmou Boyle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?