CÂNCER

Casos de câncer decorrentes da obesidade aumentam no Reino Unido

Segundo o estudo da organização, cerca de 135.000 casos da doença – um terço do total no Reino Unido – poderiam ser evitados por estarem diretamente ligados aos hábitos e ao estilo de vida

  • EFE/ ArquivoEFE/ Arquivo
EFE/ Arquivo

Os casos de câncer decorrentes da obesidade aumentaram no Reino Unido nos últimos 7 anos, passando de 5,5% em 2011 para 6,3% atualmente, informou hoje (23) o instituto “Cancer Research UK”.

No mesmo período, os casos originados do consumo de tabaco regrediram para 15,1% frente aos 19,4% de 2011.

Segundo o estudo da organização, cerca de 135.000 casos da doença – um terço do total no Reino Unido – poderiam ser evitados por estarem diretamente ligados aos hábitos e ao estilo de vida.

Após o tabaco e a obesidade, o terceiro fator de risco responsável pelo maior número de casos de câncer é a exposição aos raios UV.

Neste sentido, a instituição indicou que a exposição indevida ao sol é responsável por cerca de 13.600 casos de melanoma no Reino Unido todos os anos, o equivalente a 3,8% de todos os tipos de câncer; outros fatores que influem no desenvolvimento da doença são o consumo de álcool e a baixa ingestão de fibra.

A análise concluiu que a proporção total de casos de câncer evitáveis diminuiu, passando de 42,7% em 2011 para 37,% atualmente.

“A obesidade é agora uma grande ameaça para a saúde e piorará se nada for feito. O Governo do Reino Unido deve aproveitar o sucesso da prevenção do consumo de tabaco se se quiser reduzir os cânceres relacionados ao sobrepeso”, apontou Linda Bauld, especialista em prevenção da doença do “Cancer Research UK”.

Marcados com: , ,
Publicado em Doenças e Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?