EFEEmprende_BannerV2-2

EFEEmprende_BannerV2-2

A especialista da Organização Pan-Americana da Saúde (OPS), Lúcia Helena de Oliveira, disse que, se for alcançada a taxa de 80% da vacinação contra o vírus do papiloma humano (HPV), o câncer do colo do útero será eliminado no período de 10 a 15 anos.

Assim o garantiu a especialista brasileira em imunizações da OPS durante uma entrevista ao portal da Presidência uruguaia.

Oliveira afirmou que para eliminar esse tipo de câncer nos próximos anos é necessário chegar a 80% de vacinação em meninas e adolescentes.

A especialista elogiou a vacina contra o HPV ao considerá-la “efetiva e segura” e afirmou que deveria ser aplicada em meninas de 9 a 14 anos, idade na qual, na média, se inicia a atividade sexual.

Segundo a brasileira, a vacina está disponível desde 2006 e tem como objetivo prevenir o câncer do colo do útero, a segunda maior causa de morte nas mulheres na América Latina e no Caribe. A região anualmente registra 80 mil casos de câncer do colo do útero, que mata cerca de 35 mil mulheres.

No Uruguai, a vacina contra o HPV é obrigatória desde 2017, política de saúde que foi elogiada pela OPS.

Login

Registrar | Perdeu sua senha?