MALÁRIA

Vacina contra malária é testada com sucesso em hospital da Guiné Equatorial

A vacina PfSPZ, desenvolvida pelo laboratório americano Sanaria Inc., aplicada a três voluntários, “demonstrou ser a possível vacina mais segura e mais eficaz para lutar contra a malária”.

  • Arquivo. EFE/Jean-Christophe BottArquivo. EFE/Jean-Christophe Bott
Arquivo. EFE/Jean-Christophe Bott

O resultado dos primeiros testes de uma vacina contra a malária realizadas no Centro Médico La Paz de Sipopo, perto de Malabo, foi bem-sucedido, segundo anunciaram autoridades da área da saúde da Guiné Equatorial.

O Escritório do governo da Guiné Equatorial informa hoje em seu site que, “após quase mais de dois anos de trabalho, os três primeiros voluntários receberam com sucesso a vacina PfSPZ no Centro Médico La Paz de Sipopo”.

A vacina PfSPZ, desenvolvida pelo laboratório americano Sanaria Inc., aplicada a três voluntários, “demonstrou ser a possível vacina mais segura e mais eficaz para lutar contra a malária”.

O teste, realizado no último dia 7, foi feito por “membros da empresa biotecnológica de Maryland (EUA), Sanaria Inc. que viajaram a Malabo para capacitar os membros locais e ajudar com os preparativos e a formulação de vacinas”, segundo a mesma fonte.

A fonte também informou que a vacina gerou “uma resposta imunitária suficientemente forte como para proteger o corpo contra a picada”.

Na elaboração da vacina, além da empresa biotecnológica americana e o pessoal do Ministério da Saúde e Bem-estar Social guineano, também participou o Ifakara Health Institute (IHI) da Tanzânia.

Em 2013, o governo da Guiné Equatorial investiu cerca de US$ 3 milhões no Programa da Luta contra a Malária, que contribuiu para sua redução na ilha de Bioko.

Marcados com: ,
Publicado em Doenças e Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?