FRACASSO

Um dos voluntários franceses de teste clínico fracassado recebe alta

O homem não tinha apresentado sintomas mas foi hospitalizado por precaução, afinal, fazia parte do mesmo grupo em que foi identificada uma anomalia, um dos quais faleceu este domingo.

  • mas info©PHOTOPQR/OUEST FRANCE Joel Le Gall RENNES LE 16/01/2016 ; Biotrial. Trois enquêtes sont en cours au laboratoire Biotrial à Rennes, où des perquisitions ont eu lieu. Quatre patients sont hospitalisés, leur état reste stationnaire. 160115 France clinical trial: Prosecutors investigating 'accident' as Biotrial defends drug testing safety record (MaxPPP TagID: maxnewsworldthree929182.jpg) [Photo via MaxPPP]Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um dos cinco voluntários que foram hospitalizados após haver participado de um teste clínico fracassado na França recebeu alta, enquanto o estado dos outros quatro segue melhorando, indicou hoje o Hospital de Rennes.

O homem não tinha apresentado sintomas mas foi hospitalizado por precaução, afinal, fazia parte do mesmo grupo em que foi identificada uma anomalia, um dos quais faleceu este domingo.

Ontem pela tarde dois dos pacientes foram transferidos para serviços de neurologia de estabelecimentos próximos a seu domicílio pela melhora de seu estado, enquanto outros dois, que também apresentam melhoras, permaneceram no Hospital de Rennes (noroeste da França).

Todos eles são homens de entre 28 e 49 anos, que participaram de um estudo efetuado pelo laboratório francês Biotrial para o grupo farmacêutico português Bial na busca de um remédio para tratar problemas motores e de ansiedade ligados a doenças neurodegenerativas.

O ocorrido aconteceu na primeira fase desse teste terapêutico que foi interrompido, na qual se forneceu a 90 voluntários saudáveis a molécula BIA 10-2474.

Dezoito dos 84 voluntários restantes já se submeteram a uma ressonância e exames médicos complementares e não se detectaram  problemas, enquanto outros 22 já têm uma data fixada para ser examinados.

As autoridades francesas querem determinar se foram respeitados os protocolos e se o acidente foi provocado pela molécula em questão ou pela forma como foi administrada.

Marcados com: , , ,
Publicado em Ciência Médica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?