ADOLESCÊNCIA

Restrição alimentar não funciona com adolescentes, avalia nutricionista

Fazer o adolescente entender a importância de uma alimentação balanceada é muito difícil nessa faixa etária, pois esses jovens costumam se basear no comportamento do grupo social ao qual pertencem.

  • mas infoDepartment of Agriculture (USDA) Food, Nutrition and Consumer Services Deputy Under Secretary Dr. Janey Thornton, left, participates in the inaugural International School Meals Day at Harmony Hills Elementary School in Silver Spring, MD, on Friday, March 8, 2013. Mr. Damien Grasso's 5th grade class, tasting reduced fat, reduced salt taco meals in the foreground, was paired with Mrs. Karen McAllister’s class at Dalry Primary School in North Ayrshire, United Kingdom, on screen, using a real-time online video connection; the children are able to share some of the healthy eating and physical activity choices available to them. The Dalry fitness program includes Zumba classes, and Harmony Hills includes a Fitness Club. Both schools have soccer programs. The Harmony Hills 5th grade students shared their thoughts about their healthy menu items, mango, kiwi, and hummus. The Dalry students honored the Maryland students, by having a Southern Maryland dessert, Smith Island cake (that features 7 thin cake layers). Initially, 14 classrooms (grades 3-8) in the U.S. are now connected with 14 classrooms in Scotland. USDA plans to expand the initiative to include partnerships with additional countries in future years. Harmony Hills also participates in the Maryland Meals for Achievement (MMFA), In-Classroom breakfast program, the fresh fruit and vegetable program, and the summer food service program. “This event helps underscore the importance of the HealthierUS School Challenge and some of the ways that children and communities can become involved with promoting nutrition,” said Dr. Thornton. “USDA believes that schools can take a leadership role in combating childhood obesity by incorporating healthier menus and introducing more physical activities during the school day. The strong foundation these schools have built supports a clear path for our nation's young people to win the future." USDA's Food and Nutrition Service oversees the administration of 15 nutrition assistance programs that work in concert to form a national safety net against hunger. Learn more by visiting www.fns.usda.gov and twitter @USDANutrition. USDA Photo by Lance Cheung.Foto: Wikimedia CommonsFoto: Wikimedia Commons
Foto: Wikimedia Commons

A transição entre a infância e a vida adulta é um momento de busca de identidade, no qual a aparência é um ponto fundamental para a aceitação dos adolescente em um grupo, por isso que os pais enfrentam dificuldades para que seus filhos mantenham o peso adequado sem impor uma restrição à alimentação e para que criem hábitos mais saudáveis, informou à Agência Efe a nutricionista Elaine Pádua.

De acordo com a profissional da área da saúde, fazer o adolescente entender a importância de uma alimentação balanceada é muito difícil nessa faixa etária, pois esses jovens costumam se basear no comportamento do grupo social ao qual pertencem.

“Como eles normalmente convivem em grupos, querem parecer com os amigos. Por isso é preciso usar estratégias para fazê-los entender os benefícios que terão socialmente comendo melhor”, explicou Elaine.

A especialista ressalta que é muito difícil impor uma dieta restritiva para os adolescentes, mas é importante estimular o consumo de forma moderada e sem excessos.

“Os refrigerantes, por exemplo, são muito consumidos por esses jovens. Eles podem tomar, elegendo momentos para essa ingestão, além de incluir outras bebidas e alimentos na dieta”, recomenda.

Outra dica da nutricionista é não chamar atenção apenas para as doenças causadas por uma alimentação exagerada, pois esse argumento não é eficaz. Uma boa solução é abordar a estética do corpo e o bom desempenho na prática de esportes alinhados a uma alimentação equilibrada.

De acordo com a especialista, cabelo e acne são alguns dos fatores que convencem adolescentes a buscarem melhores hábitos alimentares.

Segundo Elaine, no período entre 15 e 19 anos, a combinação de exercícios físicos e uma alimentação balanceada auxilia na formação óssea dos adolescentes.

“É preciso entender que eles ainda estão em crescimento, então o hábito de pular algumas refeições é muito grave, podendo influenciar na fase de crescimento. No futuro, esses jovens estarão mais suscetíveis a doenças como a osteoporose”, detalhou a especialista.

E, como o exemplo é fundamental, os pais precisam praticar o que recomendam. “O mais importante é a família estar junto com os adolescentes durante a mudança de hábitos, influenciando os filhos a fazer escolhas alimentares mais conscientes”, reforçou Elaine.

Quanto à prática de atividade física, Elaine diz que é fundamental o bom desenvolvimento físico, já que além de outras coisas reduz o risco de obesidade.

“Muitos adolescentes, depois de começar a fazer esportes, conseguem manter um peso adequado”, afirmou.

Marcados com: , ,
Publicado em Nutrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?