TRANSPLANTE

Realizado na França primeiro transplante renal por via vaginal com robô

Dois cirurgiões do Hospital Universitário de Toulouse, no sul da França, realizaram o primeiro transplante de rim por via vaginal com a ajuda de um robô cirúrgico assistido, uma técnica que é pioneira no mundo, afirmou o centro.

  • Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
Foto: Divulgação

Dois cirurgiões do Hospital Universitário de Toulouse, no sul da França, realizaram o primeiro transplante de rim por via vaginal com a ajuda de um robô cirúrgico assistido, uma técnica que é pioneira no mundo, afirmou o centro.

A intervenção aconteceu em 9 de julho, e os médicos extraíram o órgão da doadora viva Valérie Pérez, de 44 anos, e o introduziram no corpo da receptora, sua irmã Beatrice, de 43, recoberto em gel para que deslizasse facilmente pela vagina.

A doadora pôde voltar a casa depois de apenas dois dias, e a receptora recebeu alta quatro dias depois da cirurgia.

Os cirurgiões urologistas responsáveis, Nicolas Doumerc e Federico Sallusto, destacaram hoje em comunicado que o robô permite reduzir o tamanho da cicatriz e diminuir a dor e o tratamento pós-operatório.

Na Índia, segundo um estudo com oito pacientes publicado em março e lembrado hoje pelo Hospital, foi realizado o mesmo procedimento com a tradicional laparoscopia, mas esta é a primeira vez que se recorre a um robô cirúrgico.

Sallusto revelou à imprensa que, no caso dos homens, a intervenção pode ser realizada com apenas uma pequena incisão no púbis.

Marcados com: , ,
Publicado em Ciência Médica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?