Portador de distrofia muscular conclui Maratona de Boston em 20 horas

“O amor é muito mais poderoso que a morte. Foi difícil, mas foi maravilhoso”, disse Melamed, que precisou de uma cadeira de rodas, após concluir o percurso.

  • Foto: MelamedThumb/DivulgaçãoFoto: MelamedThumb/Divulgação
  • Foto: MelamedThumb/Divulgação
Foto: MelamedThumb/Divulgação

O venezuelano Maickel Melamed, que sofre de distrofia muscular, que completou nesta terça-feira a Maratona de Boston, nos Estados Unidos, 20 horas depois da largada, foi recebido pelo prefeito da cidade, Martin Walsh.

“É uma das mais incríveis histórias da prova”, disse o mandatário, ao se encontrar com o corredor de 39 anos.

O venezuelano cruzou a linha de chegada às 4 horas da manhã locais (5h no horário de Brasília), debaixo de forte chuva, mas ainda assim recebeu apoio de torcedores e compatriotas que o aguardavam.

“O amor é muito mais poderoso que a morte. Foi difícil, mas foi maravilhoso”, disse Melamed, que precisou de uma cadeira de rodas, após concluir o percurso.

O prefeito de Boston definiu o competidor como um “símbolo de superação”, em declaração feita logo após o encontro.

“Para vocês, pode ser que ele estava andando apenas, mas meu amigo estava correndo”, disse Martin Walsh.

Para concluir a Maratona, Melamed realizou uma rotina constante, a de descansar dez segundos e dar 46 passos. Um número crescente de curiosos acompanharam o competidor por toda a noite, contando cada um dos passos que dava e o incentivando a chegar ao fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?