RUBEOLA

Paraguai é elogiado por contribuir para erradicação da rubeóla na América

O poder público reforçou a grande conquista que essa erradicação representa para o continente, e apontou o sarampo como próximo alvo.

  • Paraguai é elogiado por contribuir para erradicação da rubeóla na América
Paraguai é elogiado por contribuir para erradicação da rubeóla na América

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPS) felicitou e agradeceu aos profissionais sanitários paraguaios por sua contribuição à erradicação da rubeóla na América, a primeira região do mundo livre da transmissão endêmica dessa doença, informaram fontes oficiais nesta quarta-feira.

O reconhecimento a esse trabalho foi transmitido pela diretora da OPS, Carissa Etienne, ao ministro da Saúde Pública do Paraguai, Antonio Barrios, em carta divulgada hoje pelo Ministério.

“Desejo aproveitar esta ocasião para felicitar a legião de trabalhadores da saúde de seu país, que demonstraram um extraordinário compromisso e determinação para levar o presente da vacinação a cada cantinho de nosso continente. Sempre estaremos agradecidos por seu incansável esforço”, diz a carta.

Etienne reforçou a grande conquista que essa erradicação representa para o continente, e apontou o sarampo como próximo alvo.

“Agora é o momento de continuar com este trabalho árduo e conseguir declarar a Região das Américas também livre do sarampo”, assinalou.

O continente americano se tornou no final de abril a primeira região do mundo a ser declarada livre da transmissão endêmica de rubéola, após a vacinação durante dez anos de 250 milhões de adolescentes e adultos jovens em 32 países da América Latina e do Caribe

O Paraguai foi declarado país livre de sarampo e rubeóla em setembro do ano passado.

Marcados com:
Publicado em Doenças e Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?