ZIKA

OMS faz recomendações de saúde para os que irão aos Jogos Olímpicos

A agência sanitária das Nações Unidas publicou um documento no qual dá diretrizes e recomendações para todas as pessoas que participarem dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro em agosto e setembro próximos.

  • mas infoBRA108. BRASILIA (BRASIL), 27/01/2016.- Una mujer utiliza un repelente de mosquitos hoy, miércoles 27 de enero de 2016, en Brasilia (Brasil). El Gobierno de Brasil anunció que repartirá de forma gratuita repelentes de insectos a las mujeres embarazadas que están adscritas a los programas de asistencia a los pobres, para prevenir que se contagien del zika. El ministro de Salud, Marcelo Castro, recomendó que el resto de la población, la que no está atendida por los programas asistenciales gubernamentales, que compren repelentes de mosquitos aprobados por las autoridades sanitarias. EFE/Fernando Bizerra Jr.Foto: EFE/Fernando Bizerra Jr.Foto: EFE/Fernando Bizerra Jr.
Foto: EFE/Fernando Bizerra Jr.

As recomendações Os turistas que retornarem do Brasil não devem doar sangue pelo menos durante quatro semanas para evitar a transmissão eventual do vírus da zika, segundo recomendou nesta terça-feira a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A agência sanitária das Nações Unidas publicou um documento no qual dá diretrizes e recomendações para todas as pessoas que participarem dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro em agosto e setembro próximos.

Entre as dicas da OMS, destacam-se:

  1.  Recomenda-se que todos “os que voltarem do Brasil ou de áreas com circulação local de zika, que não doem sangue pelo menos durante quatro semanas após terem deixar a área”.
  2. A OMS sugere que as autoridades nacionais e os bancos de sangue estabeleçam “procedimentos apropriados para reduzir o risco de transmissão de infecções causadas por mosquitos através das transfusões”.
  3. Pessoas que vivem ou visitam áreas afetadas se protejam das picadas (manga longa, inseticidas, dormir em lugares com ar condicionado, etc), e que não visitem áreas com condições de saneamento precárias.
  4. Deve-se usar preservativo em todas as relações sexuais dado que ficou demonstrado o contágio através do sêmen de homens infectados.
  5. Viajantes devem se vacinar contra as doenças incluídas nos calendários regulares de vacinação: difteria; coqueluche; tétano; pólio; sarampo; hepatite B, Haemophilus influenzae tipo b; rubéola; caxumba; gripe; papiloma humano; neumococo; e rotavírus. A respeito desta última doença, a entidade lembra a necessidade de evitar beber água não engarrafada e comer alimentos não cozidos para não contrair diarreia.

  6.  E, ainda, viajantes precisam tomar as vacinas relacionadas com o contágio de doenças em determinadas zonas de risco, como hepatite A, hepatite B, febre tifóide, raiva e febre amarela.

Estas novas práticas deveriam incluir negar os doadores com alto risco de infecção por causa de uma viagem internacional, especifica o texto.

Zika e Microcefalia

Para a OMS, há evidências científicas da relação entre o contágio com o vírus e o aumento de casos de má-formação congênita em recém-nascidos, especialmente microcefalia e outros transtornos neurológicos, e problemas auditivos e de visão.

Além disso, demonstrou a causalidade entre o contágio e um aumento dos casos de Síndrome de Guillian-Barre, que causa paralisia muscular e pode afetar os pulmões.

O documento lembra que o mosquito Aedes Aegyti, que transmite zika, também passa dengue e chicungunha, duas doenças que causam regularmente surtos no Brasil.

Apesar disso, a OMS não recomenda aos viajantes que se imunizem com a nova vacina contra a dengue.

Não existe vacina contra chicungunha.

 O atual surto surgiu no final do ano passado no Brasil e desde então foi detectada uma transmissão local do vírus em mais de 60 países.

Finalmente, o documento da Organização adverte perante a insegurança reinante no país sul-americano e recomenda “usar só transporte autorizado, não andar sozinho durante a noite, evitar áreas duvidosas e viajar com um acompanhante”

Marcados com: , ,
Publicado em Dicas e curiosidades     Saúde e Bem-estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?