EFE

OMS diminui para 4.818 o número de mortos pelo ebola

Em seu último relatório, a OMS alerta que nos três países mais afetados pela doença (Guiné, Libéria e Serra Leoa) o contágio continua sendo intenso e persistente com casos semanais em todos eles, especialmente nas capitais.

  • mas infoLIB002 MONROVIA (LIBERIA) 08/08/2014.- Fotografía facilitada hoy, viernes 8 de agosto de 2014, en la que aparecen unos enfermeros liberianos con equipos de protección individual que trasladan el cuerpo de una víctima del ébola para su entierro en la comunidad de Banjor, a las afueras de Monrovia (Liberia), el pasado 6 de agosto. La Organización Mundial de la Salud (OMS) declaró hoy el brote de ébola en Africa occidental como una emergencia pública sanitaria internacional y recomendó medidas excepcionales para detener su transmisión. Los países donde hay transmisión del ébola tendrán -entre varias otras medidas- que efectuar exámenes a la salida de aeropuertos, puertos marítimos y en cruces fronterizos de toda persona con síntomas febriles que puedan asociarse al ébola. Según las estadísticas de la OMS, 932 pacientes han muerto de ébola en África Occidental, la mayoría de ellas en Liberia. EFE/Ahmed JallanzoOMS diminui para 4.818 o número de mortos pelo ebola
OMS diminui para 4.818 o número de mortos pelo ebola

A Organização Mundial da Saúde (OMS) rebaixou nesta quarta-feira a 4.818 o número de mortos por ebola até o dia 2 de novembro, de um total de 13.042 casos registrados em Guiné, Libéria, Espanha, Estados Unidos, Mali, Nigéria, Senegal e Serra Leoa.

Em seu último relatório, a OMS alerta que nos três países mais afetados pela doença (Guiné, Libéria e Serra Leoa) o contágio continua sendo intenso e persistente com casos semanais em todos eles, especialmente nas capitais.

A esse respeito, destaca que a incidência semanal de casos permaneceu estável na Guiné, diminuiu na Libéria e aumentou em Serra Leoa.

Por países, Guiné registrou 1.731 casos e 1.041 mortes e, concretamente, nos últimos 21 dias se contabilizaram 256 novas infecções.

Libéria, o país mais afetado pelo ebola, registrou 6.525 casos (398 novas infecções nos últimos 21 dias) e 2.697 mortes.

Em Serra Leoa foram contabilizados 4.759 contágios (1.174 nas três últimas semanas) e 1.070 mortes.

Até o momento foram infectados com o vírus do ebola 546 trabalhadores da área de saúde, dos quais 310 morreram.

Além disso, o relatório da OMS constata que os 83 contatos da auxiliar de enfermaria espanhola Teresa Romero – infectada por ebola e que superou a doença – completaram os 21 dias de vigilância.

Precisamente hoje Teresa Romero, primeira contagiada do vírus do ebola na Europa, recebeu alta e deixou o hospital de Madri no qual permaneceu 30 dias.

O atual surto de ebola na África Ocidental é o mais devastador desde que o vírus foi descoberto na atual República Democrática do Congo em 1976.

Marcados com: , ,
Publicado em Ciência Médica     Doenças e Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?