OMS alerta para elevado índice de resistência aos antibióticos

A OMS constatou uma resistência aos antibióticos nos primeiros resultados obtidos em um sistema de acompanhamento global que analisou meio milhão de pessoas de 22 países

  • OMS alerta para elevado índice de resistência aos antibióticos
OMS alerta para elevado índice de resistência aos antibióticos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou nesta segunda-feira para o elevado índice de resistência aos antibióticos de várias infecções bacterianas detectadas tanto em países ricos como de baixa renda.

O organismo constatou uma resistência aos medicamentos ao apresentar os primeiros resultados de um sistema de acompanhamento global (GLASS, na sigla em inglês), que analisou meio milhão de pessoas de 22 países.

Segundo este estudo, as infecções que mostram resistência de forma mais habitual são E. Coli, Klebsiella pneumoniae, Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniae, e salmonella, segundo indicou a OMS em um comunicado.

“O relatório confirma a séria situação da resistência aos antibióticos no mundo todo”, disse o diretor do secretariado de Resistência Antimicrobiana da OMS, Marc Sprenger.

Sprenger alertou que a resistência inclui algumas das infecções “mais comuns e potencialmente mais perigosas”, e que este fenômeno não respeita fronteiras, razão pela qual convocou todos os países a estabelecer sistemas de vigilância para detectá-la.

A OMS iniciou os trabalhos do GLASS em outubro de 2015 seguindo o modelo de outros sistemas de detecção de resistência de parasitas aos medicamentos, como os direcionados a tuberculose, HIV a malária.

Estes programas, vigentes há anos, permitiram estimar a afetação da doença, planejar serviços de diagnóstico e tratamento, e desenvolver regimes de tratamento para prevenir uma maior resistência, ressaltou a nota.

A OMS prevê que o GLASS incorpore informação de outros sistemas de vigilância de resistência antimicrobiana em humanos e envolva mais países para desenvolver esta base de dados.

Marcados com: , ,
Publicado em Doenças e Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?