CIÊNCIA TABACO

Ômega 3 ajuda a reduzir dependência ao tabaco, aponta estudo

Além dos problemas respiratórios e cardiovasculares que sua relação com o câncer provoca, o tabaco faz com que diminuam os níveis de ácidos graxos essenciais no cérebro, especialmente aqueles similares aos Ômega 3.Além dos problemas respiratórios e cardiovasculares que sua relação com o câncer provoca, o tabaco faz com que diminuam os níveis de ácidos graxos essenciais no cérebro, especialmente aqueles similares aos Ômega 3.

  • mas infoNAR11 BANGKOK (TAILANDIA) 16/08/2012.- Varios paquetes de tabaco en los que aparecen imágenes de los riesgos que supone fumar para la salud, en una tienda en Bangkok, Tailandia, hoy jueves 16 de agosto de 2012. Las imágenes expuestas en las cajetillas de tabaco en Tailandia tratan de desalentar a los fumadores a continuar con esta práctica, mientras que en Australia, los paquetes de tabaco serán homogéneos, de color verde oliva y sin especificación de la marca. EFE/Narong SangnakÔmega 3 ajuda a reduzir dependência ao tabaco, aponta estudo
Ômega 3 ajuda a reduzir dependência ao tabaco, aponta estudo

A ingestão de suplementos de ácido graxos Ômega 3 reduz a dependência da nicotina e inclusive o número de cigarros que um fumante consome por dia, segundo um estudo da Universidade Israelense de Haifa divulgado nesta segunda-feira.

Conforme esta pesquisa, o Ômega 3 reduz o “tabagismo de maneira significativa”, afirma em comunicado a chefe do programa de dependências do departamento de Criminalística da Universidade de Haifa (norte de Israel), Sharon Rabinovitz Shenkar.

Além dos problemas respiratórios e cardiovasculares que sua relação com o câncer provoca, o tabaco faz com que diminuam os níveis de ácidos graxos essenciais no cérebro, especialmente aqueles similares aos Ômega 3.

A falta de Ômega 3 danifica a estrutura das células nervosas e interrompe a neurotransmissão em zonas do cérebro envolvidas na sensação de recompensa e satisfação.

Com relação a isso, o estudo demonstra que a deficiência de ácidos graxos poliinsaturados Ômega 3 dificulta que o fumante enfrente a abstinência e, ao contrário, faz com que este recorra ainda mais ao cigarro.

“Pesquisas anteriores demonstraram que um desequilíbrio de Ômega 3 está também relacionado com a saúde mental, a depressão e a habilidade de enfrentar a pressão e o estresse”, indica Shenkar, responsável também do laboratório de psicofarmacologia da Universidade Bar-Ilan.

Os pesquisadores apontam que a pressão e o estresse estão associados à necessidade do fumante de consumir tabaco e que seus níveis aumentam entre os que deixam esse hábito.

“Apesar de tudo, a relação entre todos estes fatores não tinha sido estudada até agora”, precisa Shenkar.

A pesquisa foi feita a partir de amostras de 48 fumantes entre 18 e 45 anos que tinham fumado no último ano pelo menos dez cigarros diários, com uma média de 14 ao dia.

Os participantes foram divididos em dois grupos -um deles recebeu cápsulas de Ômega 3 e o outro um placebo- e foi solicitado que tomassem cinco pastilhas durante 30 dias, mas nunca foi pedido que deixassem de fumar.

O estudo demonstrou que, apesar de não terem sido encontradas diferenças significativas no início do experimento, 30 dias depois os fumantes que tinham ingerido Ômega 3 reduziram o consumo de cigarros em uma média de dois ao dia (11%).

A pesquisa também mostrou um descenso significativo da síndrome de abstinência.

Embora 30 dias após a conclusão do tratamento o desejo de fumar aumentou ligeiramente, permaneceu significativamente baixo em relação aos níveis iniciais entre os que tinham ingerido Ômega 3.

A universidade pretende agora ver se este suplemento não é só eficaz para reduzir a dependência ao tabaco, mas também se pode ajudar a deixar o hábito de fumar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?