SAÚDE

OCDE percebe aumento na expectativa de vida, mas aponta preocupação com sobrepeso

A Espanha está, junto com o Japão, em lugar de destaque no relatório apresentado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

  • Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Espanha está, junto com o Japão, em lugar de destaque no relatório apresentado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). São os dois únicos países membros desta organização que conseguiram superar a marca dos 83 anos na expectativa de vida, mas os progressos destes países para a redução da mortalidade podem estar ameaçados pelo aumento constante do sobrepeso, em particular, na infância.

A progressão do sobrepeso e da obesidade no caso espanhol foi uma das mais rápidas desde os anos 2000 nas crianças, mas não está em posição exclusiva já que no Brasil, por exemplo, 35% das crianças estão na faixa do sobrepeso. A média considerada pela OCDE está inferior a 25%. A obesidade em adultos, por outro lado, está abaixo da média da OCDE para os números tupiniquins: 17,5% dos adultos brasileiros estão com sobrepeso, a média é de 19%.

Em relação aos gastos com saúde, a OCDE indicou que a Espanha, em 2013 seguia baixo pelo quarto ano consecutivo, a um nível abaixo do que atingia antes da crise, sobretudo pelos fármacos e remédios, para onde o dinheiro público destinado a estes gastos diminuiu em 6,4% em termos reais (que desconsidera a inflação) desde 2009. Quem apresentou maior variação foi Portugal, com -11,1% e apresentou uma redução importante nos gastos farmacêuticos durante o mesmo período, enquanto que no conjunto da OCDE a média esteve em 3,2%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?