REPRODUÇÃO ASSISTIDA

Novo método de reprodução assistida pode aumentar taxa de sucesso de gestação

Pesquisadores espanhóis desenvolveram uma forma para melhorar a seleção de espermatozoides para as técnicas de reprodução assistida

  • EFE/ArquivoEFE/Arquivo
EFE/Arquivo

Bilbao (Espanha), 21 jul (EFE).- Uma equipe de investigadores da Espanha desenvolveu uma estratégia para melhorar a seleção de espermatozoides para as técnicas de reprodução assistida que “poderia aumentar em 20% a taxa de gestação obtida atualmente através da injeção intracitoplasmática”.

A Universidade do País Basco (UPV/EHU), à qual pertencem os cientistas, explicou em um comunicado que o sistema de seleção espermática está baseado na presença de biomarcadores moleculares – indicadores de um estado biológico – nos espermatozoides.

Denominado “SpermSelect”, o método ainda está em fase de registro da patente e poderia começar a ser utilizado como técnica complementar às atuais em “dois ou três anos”, quando passará a ser comercializado através de “um ‘kit’ de seleção rápida e fácil de usar” em clínicas de reprodução assistida.

Calcula-se que 186 milhões de pessoas no mundo todo sofreram problemas de infertilidade e que entre 30% e 50% dos casos se devem ao fator masculino.

Além disso, segundo a nota, entre 20% e 30% dos homens com parâmetros seminais normais têm dificuldade para conseguir a fecundação.

Marcados com: ,
Publicado em Ciência Médica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?