NOBEL

Nobel é dado a pesquisador que revelou os funcionamentos do “relógio biológico”

Usando de modelo moscas da fruta, isolaram um gene que controla o ritmo biológico diário e codifica uma proteína que se acumula nas células de noite e se degrada de dia.

  • Michael Rosbash, um dos três ganhadores do prêmio Nobel de Medicina. EFE/SUZANNE KREITER / THE BOSTON GLOBEMichael Rosbash, um dos três ganhadores do prêmio Nobel de Medicina. EFE/SUZANNE KREITER / THE BOSTON GLOBE
Michael Rosbash, um dos três ganhadores do prêmio Nobel de Medicina. EFE/SUZANNE KREITER / THE BOSTON GLOBE

O Nobel de Medicina reconheceu nesta segunda-feira três cientistas americanos por descobrir os mecanismos moleculares que controlam o ritmo circadiano, o “relógio biológico interno” pelo que plantas, animais e humanos se adaptam às rotações da Terra.

As descobertas de Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young se aplicam por exemplo ao “jet lag” que produzem as viagens transatlânticas e à função clorofilina das plantas e transformaram a biologia circadiana em um amplo e rico campo de investigação com implicações para a saúde e o bem-estar.

Usando de modelo moscas da fruta, isolaram um gene que controla o ritmo biológico diário e codifica uma proteína que se acumula nas células de noite e se degrada de dia, além de identificar outros componentes que afetam seu “relógio autossuficiente interno”, explicou a Assembleia Nobel do Instituto Karolinska de Estocolmo.

Já no século XVIII o astrônomo francês Jean-Jacques d’Ortous de Mairan descobriu ao estudar a dormideira (Mimosa pudica) cujas folhas se abriam em direção ao sol pelo dia e fechavam-se ao entardecer e que essa oscilação mantinha-se independentemente da luz.

Outros pesquisadores confirmaram mais tarde que esse “relógio biológico” se encontra também em animais e humanos e se começou a denominar essa adaptação como ritmo circadiano.

Marcados com:
Publicado em Ciência Médica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?