HEMORROIDAS

Hemorroidas: mitos e verdades

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 50% da população em alguma época da vida apresentarão sintomas anais relacionados ou não a hemorroidas.

  • Hemorroidas: mitos e verdades
Hemorroidas: mitos e verdades

Sentar em lugares quentes, comer pimenta ou usar papel higiênico de forma abundante provoca hemorroidas? Esses são alguns dos mitos sobre as veias que podem dilatar formando varizes no ânus. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 50% da população em alguma época da vida apresentarão sintomas anais relacionados ou não a hemorroidas. Na população geral, a incidência de novos casos a cada três anos é de 5%. De acordo com a Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), para evitar a piora do quadro duas medidas são essenciais: beber muita água e comer fibras. A prisão de ventre agrava o problema.

“Existem as hemorroidas internas e as externas. As internas são as mais problemáticas, pois podem se tornar grandes veias dilatadas e sair do ânus após uma evacuação. O sintoma mais comum é a saída de sangue na evacuação.  Já as externas são devido ao rompimento de uma veia externa que forma um hematoma ou trombose no formato de uma pequena bola”, explica o presidente da SBCP, Ronaldo Salles.

Os principais sintomas da hemorroida são: sangramento, protrusão (aumento de volume), coceira, ardência e dor. O tratamento será de acordo com o grau do problema e o mais comum é a administração de medicamentos tópicos. “Há muitos métodos ditos não cirúrgicos como esclerose, ligadura elástica, infravermelho e outros. São métodos feitos no consultório sem anestesia e considerados intervenções de pequeno porte”, esclarece o presidente da SBCP.

Fatores como defecação difícil, uso crônico de laxativos, longos períodos fazendo força no banheiro, gravidez, além de rotinas profissionais ou esportivas, podem aumentar a pressão dentro das veias, o que as leva a dilatar.

“Cerca de 80% das fezes são constituídas por água. Quanto mais água, mais macias elas serão. As fibras ajudam a reter esta água nas fezes por isso são essenciais para o bom funcionamento do intestino”, afirma Salles. As fibras estão presentes em alimentos integrais, nas frutas, verduras e legumes.

Entre as frutas, dê preferência à ameixa, a que possui mais fibras. Outras indicações são: laranja, mamão, abacaxi, manga, abacate, entre outras. Já entre os vegetais, os crucíferos (verduras verdes e fibrosas) são os que têm mais fibras. “Nozes, avelãs e uva passas também são boas escolhas”, aponta o coloproctologista.

Mitos e verdades

Pimenta causa hemorroidas

MITO. Não há nenhum estudo científico que comprove essa crença. Por ser um condimento irritante para tecidos inflamados, pode-se recomendar evitar o consumo no período que estiver com o problema

Sentar em lugares quentes

MITO. Não tem qualquer relação com hemorroidas

Hemorroidas podem virar câncer

MITO. Nunca. São duas doenças distintas. Uma das complicações da hemorroida pode ser uma trombose, mas nunca um câncer

Prisão de ventre

VERDADE. É um dos principais fatores de agravamento dos sintomas do problema

Usar muito papel higiênico pode causar hemorroidas

MITO. Não é o papel que causará o problema

A gestação propicia o problema

VERDADE. O problema pode surgir devido ao aumento de peso e da pressão exercida na região pélvica. Durante a amamentação é preciso redobrar os cuidados, pois a mãe perde muita água para fabricação do leite materno

Sexo anal pode provocar hemorroidas

MITO. O ato sexual pode provocar fissuras e microtraumas, mas não a hemorroida

Andar de bicicleta ou cavalo podem ocasionar o problema

MITO. De forma alguma. Não há qualquer relação entre um e outro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?