Câncer Causas

Hábitos e ambiente são os maiores responsáveis pelo câncer

Fatores do cotidiano prevalecem sobre a genética e hereditariedade no desenvolvimento da doença

  • mas infoSimon Jarratt/Corbis/BayerSimon Jarratt/Corbis/BayerSimon Jarratt/Corbis/Bayer
Simon Jarratt/Corbis/Bayer

Atribuído normalmente a fatores genéticos e hereditários, o surgimento do câncer está ligado mais a aspectos relacionados aos hábitos e ambiente em que se vive do que a uma pré-disposição biológica.

O câncer é uma denominação para mais de 100 doenças com uma característica em comum: a proliferação anormal de células no organismo.

“Embora não seja evidente porque as células passam a se comportar de maneira desordenada, as causas desse descontrole são uma interação entre pré-disposição genética e ambiente, no sentido das condições em que vivemos e hábitos que adotamos”, explicou o diretor do centro oncológico do hospital da Beneficência Portuguesa, em São Paulo, Antonio Buzaid durante evento sobre oncologia organizado pela Bayer na capital paulista nos dias 2 e 3 de maio.

A expectativa de especialistas é que síndromes genéticas sejam motivo de, no máximo, 10% dos casos de desenvolvimento de câncer no mundo. Os outros casos estão relacionados ao ambiente, ou então tornaram-se possíveis graças a estímulos ambientais, numa condição genética desfavorável.

Um estudo divulgado no “New England Journal of Medicine”, citado por Buzaid, analisou milhares de irmãos gêmeos, idênticos ou não, para relacionar a incidência de câncer a aspectos genéticos. No caso dos gêmeos idênticos, o DNA é totalmente igual, enquanto no dos gêmeos distintos são bem parecidos.

Os resultados deste estudo apresentados pelo médico indicam a tese de que o meio é o principal responsável pelo surgimento do câncer. De todos os pares de gêmeos, apenas em 14% dos casos em que um dos irmãos desenvolvia câncer o outro apresentava problema similar.

Ambiente e hábitos

Existem diversas variáveis que podem ser incluídas naquilo que se chama de um “ambiente” que favorece o desenvolvimento cancerígeno. “Hábitos como fumar, consumir muita gordura saturada, ingerir chá muito quente, ou portar certos tipos de vírus, como o do HPV ou da hepatite, são fatores ambientais que podem contribuir para o câncer em várias frentes”, afirma Buzaid.

O tabagismo é a principal causa para o desenvolvimento da enfermidade. Estima-se que 80% dos casos de câncer de pulmão e até 1/3 dos casos gerais sejam provocados pelo cigarro.

Tabaco é responsável por 1/3 dos casos de câncer. EFE/Jorge Torres

Outro causa do câncer indicada pelo especialista é a alimentação. “Exitem muitos alimentos que podem provocar câncer, ainda mais se consumidos em excesso, como os industrializados e gordurosos”, alerta Buzaid.

A OMS classifica potenciais alimentos cancerígenos de acordo com a comprovada relação entre seu consumo e o desenvolvimento da doença. Carnes vermelhas, por exemplo, são de classificação “2a”, o que sugere “provável relação com o câncer”. Já carnes processadas, como embutidos, salsichas e linguiças, são classificados como “1”, ou seja, comprovadamente cancerígenos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?