ATIVIDADE CEREBRAL

Funcionamento dos neurônios pode influir no paladar

Já imaginou ter o paladar influenciado pelo funcionamento dos neurônios?

  • Funcionamento dos neurônios pode influir no paladar
Funcionamento dos neurônios pode influir no paladar

Alguns processos neuronais podem influenciar o paladar e as preferências alimentares das pessoas, concluiu um estudo publicado na revista “Nature Communications”.

A pesquisa afirma que as pessoas que têm mutações em um receptor específico no cérebro apresentam maior preferência por comidas ricas em gorduras e não mostram tanto interesse pelos alimentos altos em açúcares, em comparação com quem não possui esta variação.

Análise da preferência alimentar 

Estudos em ratos já haviam demonstrado que a perturbação da sinalização de melanocortina, através de mutações no gene para o receptor de melanocortina-4 (MC4R), conduz a um excesso de consumo de alimentos gordurosos.

Mas até o momento não existiam pesquisas claras sobre a regulação da conduta alimentar nos seres humanos.

Por isso Ismaa Farooqi e seus companheiros, membros do projeto “Wellcome Truste-MRC” do Instituto de Ciência Metabólica em Cambridge, no Reino Unido, analisaram as preferências alimentares de 14 indivíduos com variações no MC4R, em comparação com um grupo de sujeitos obesos e magros.

Nos experimentos as pessoas analisadas podiam escolher entre três pratos com sabores, texturas e aparências similares, mas com diferentes níveis de gordura.

Os resultados mostraram que as pessoas com mutações no MC4R consumiram 95% mais comida com elevado percentual de gordura do que as pessoas magras e 65% mais que as obesas submetidas ao estudo.

Já os indivíduos com outro tipo de mutação no MC4R não mostraram tanto interesse pelas sobremesas, com alto conteúdo de açúcar, em comparação com o resto da amostra.

Marcados com: , ,
Publicado em Nutrição     Saúde e Bem-estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?