FACEBOOK-EBOLA

Facebook lança opção para usuários doarem dinheiro à luta contra ebola

O Facebook lançou nesta quinta-feira uma opção em sua página principal para que os usuários doem dinheiro “com apenas só clique” para organizações dedicadas à luta contra o ebola na África.

  • mas infoTLV001 TEL AVIV (ISRAEL) 15/10/2013.- Un móvil muestra una cuenta de Onavo frente a una pantalla de ordenador en la que aparece la página de inicio de Facebook en Tel Aviv (Israel) hoy, martes 15 de octubre de 2013. Facebook ha adquirido la compañía israelí Onavo, dedicada a la compresión de datos en teléfonos móviles, por más de 110 millones de euros. Como parte del trato, Facebook transformará las oficinas de Onavo en Israel en un centro de investigación y desarrollo convirtiéndose en principal punto de apoyo de Facebook en el país. EFE/Oliver WeikenFacebook lança opção para usuários doarem dinheiro à luta contra ebola
Facebook lança opção para usuários doarem dinheiro à luta contra ebola

O Facebook lançou nesta quinta-feira uma opção em sua página principal para que os usuários doem dinheiro “com apenas só clique” para organizações dedicadas à luta contra o ebola na África.

A partir da semana que vem todos os usuários da rede social verão uma mensagem na parte superior do feed notícias que dará a possibilidade de realizar uma doação para alguma das três organizações que lutam contra o vírus do ebola em África Ocidental.

Estas três organizações são a Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, a International Medical Corps e Save the Children.

“As organizações envolvidas na luta contra o ebola estão usando o Facebook para arrecadar fundos. Queremos amplificar o convite à ação e ajudar as organizações a chamar a atenção e conectá-las diretamente com gente no mundo todo”, disse Naomi Gleit, vice-presidente de produtos do Facebook.

“Para isso, usaremos nossa opção ‘Doação’, com a qual as pessoas poderão doar diretamente a alguma destas três organizações. Se quiserem também poderão publicar o que doaram no Facebook”, explicou Gleit.

A rede social também anunciou hoje que está colaborando com o Unicef para divulgar através do Facebook informação sobre os sintomas e o tratamento contra o ebola nas regiões afetadas da África Ocidental.

O Facebook também colabora com o consórcio de ONGs NetHope para fornecer serviços de comunicação de emergência mediante telefonemas e dados de internet nos três países mais afetados pelo vírus: Libéria, Guiné e Serra Leoa.

O co-fundador e executivo-chefe de Facebook, Mark Zuckerberg, doou US$ 25 milhões de sua fortuna pessoal à luta contra o ebola.

Segundo os últimos dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o ebola já infectou mais de 13 mil pessoas e deixou mais de cinco mil mortos, a maioria em Libéria, Guiné e Serra Leoa.

Marcados com: ,
Publicado em Dicas e curiosidades     Doenças e Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?