DOAÇÃO DE ÓRGÃOS

Doação de órgãos será obrigatória na Colômbia

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, sancionou nesta segunda-feira (08/08) uma lei que torna obrigatória a doação de órgãos no país, exceto nos casos em que as pessoas manifestem o contrário.

  • Doação de órgãos será obrigatória na Colômbia
Doação de órgãos será obrigatória na Colômbia

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, sancionou nesta segunda-feira (08/08) uma lei que torna obrigatória a doação de órgãos no país, exceto nos casos em que as pessoas manifestem o contrário.

“Este é um projeto que salva vidas e permite também a muitas pessoas ter uma qualidade de vida digna”, disse o parlamentar Rodrigo Lara Restrepo, autor da iniciativa sobre doação de órgãos, segundo um comunicado de seu escritório.

Além disso, a nota acrescentou que “todos os colombianos são doadores de órgãos a menos que uma pessoa em vida manifeste que não deseja sê-lo”.

O parlamentar do partido Cambio Radical, que faz parte da coalizão de governo, explicou que se eliminou a figura da autorização dos familiares que eram os que decidiam se doavam ou não os órgãos do falecido.

“Este é um projeto profundamente humano por trás do qual há rostos e seres humanos esperançosos em receber a doação de um órgão porque lhes podemos salvar a vida”, disse Lara.

O parlamentar destacou que a cada dia aumenta no país a demanda por órgãos para fazer transplantes.

“O que buscamos é que o país se adapte a essa necessidade e se antecipe às demandas do futuro para que as pessoas não morram. Queremos aliviar a situação dos que estão desesperados tentando encontrar um órgão”, completou.

Segundo os dados fornecidos pelo congressista, na Colômbia existem mais de 2.000 pessoas na fila de espera por um órgão.

De acordo com números da Fundação Nacional de Transplantados, no ano passado houve 195 doadores para 2.256 pessoas na lista de espera de um transplante no país.

Desse total, só 2% conseguiu um transplante devido ao fato de que para cada doador existem 22 pessoas em lista de espera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?