PESQUISAS

Cientistas desenvolvem novo tratamento para reduzir o abuso de álcool

A pesquisa demonstrou que a administração do fármaco conhecido como Carbenoxolona (CBX) em roedores provocou uma redução na ingestão do álcool.

  • Cientistas desenvolvem novo tratamento para reduzir o abuso de álcool
Cientistas desenvolvem novo tratamento para reduzir o abuso de álcool

Cientistas dos Estados Unidos desenvolveram um novo tratamento que pode reduzir o abuso de álcool com a administração de um remédio usado para combater, entre outros, a gastrite em humanos, segundo um estudo publicado nesta terça-feira pela revista britânico “Nature”.

A pesquisa liderada pelo The Scripps Research Institute (TSRI) de La Jolla (Califórnia), demonstrou que a administração do fármaco conhecido como Carbenoxolona (CBX) em roedores provocou uma redução na ingestão do álcool.

O CBX, usado também para curar as úlceras pépticas em humanos, pertence a um grupo de moléculas conhecido como 11-beta-Hidroxiesteroide Desidrogenase (11b-HSD1), que pode atuar como um inibidor.

Estudos anteriores desenvolvidos em roedores constataram que o álcool ativa certos esteroides, os glicocorticóides, e pode estimular o organismo a aumentar sua ingestão.

Os especialistas do TSRI lembram agora que a atividade dos glicocorticóides nas células é regulada pelo 11b-HSD1, o que transformaria a Carbenoxolona em um remédio eficaz.

Aplicada a grupos de entre nove e dez ratos, os pesquisadores, liderados pelo especialista Pietro Paolo Sanna, descobriram que os roedores que apresentavam uma dependência ao álcool, que em humanos pode ser física ou psicológica, reduziram sua ingestão.

Além disso, os roedores não dependentes baixaram os níveis de ingestão de álcool após tomarem a CBX.

Os autores deste estudo, publicado também na revista especializada “Translational Psychiatry”, sugerem que as 11b-HSD1 poderiam desempenhar um papel-chave para modular “os efeitos reforçadores” do álcool.

Em consequência, fármacos inibidores desenvolvidos a partir da 11ß-HSD poderiam ser reutilizados para tratar o abuso do álcool.

Marcados com: ,
Publicado em Ciência Médica     Nutrição     Saúde e Bem-estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?