Câncer

Câncer de pulmão pode matar mais do que o de mama entre mulheres europeias

A taxa de mortalidade feminina por câncer de pulmão vai superar as mortes por câncer de mama na União Europeia neste ano.

  • mas infoEl médico de pulmón , Luis Fdo Alpizar, del hospital Calderón Guardia, muestra al público un pulmón completo afectado por el cáncer producido por el tabaco,dentor de los actos de la Primera Feria Educativa del no fumado, que se esta celebrando en San José. ACAN-EFE/LA NACION/ Mariano matamoros‚�3P ACAN-EFE/LA NACION/ Mariano Matamoros ACAN-EFE/LA NACION/ Mariano Matamoros
 ACAN-EFE/LA NACION/ Mariano Matamoros

A taxa de mortalidade feminina por câncer de pulmão vai superar as mortes por câncer de mama na União Europeia neste ano, aponta estudo publicado nesta terça-feira na revista britânica “Annals of Oncology”.

Um prognóstico elaborado por pesquisadores das universidades de Milão (Itália) e Lausanne (Suíça) afirma que o índice de mortes por câncer de pulmão será de 14,24 a cada 100 mil mulheres, enquanto o de câncer de mama será de 14,22.

Apesar dos resultados, o professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Milão, Carlos Vecchia, um dos autores do estudo, minimizou as descobertas.

“É preciso ser cauteloso com esses números já que são previsões e os resultados de 2015 só serão conhecidos daqui três ou quatro anos”, explicou.

As mulheres britânicas e polonesas apresentam as maiores taxas de mortalidade por câncer de pulmão, já que começaram a fumar durante a Segunda Guerra Mundial. No resto dos países europeus, a prática foi se disseminar apenas depois de 1968.

O professor da Faculdade de Biologia da Universidade de Lausanne e co-autor da pesquisa, Fabio Levi, afirmou que, embora as mortes por câncer em geral tendam a diminuir na Europa, fumar ainda é a principal causa da doença entre os pacientes do velho continente.

“Fumar provoca entre 15% e 25% ds cânceres de pâncreas, entre 85% e 90% dos de pulmão, e tem uma relação direta no desenvolvimento de outros pulmores”, afirmou Levi.

Em termos gerais, o estudo prevê um total de 1.359.100 mortes por câncer nos 28 países da União Europeia em 2015: 766.200 homens e 592.900 mulheres. Os números representam uma redução de 7,5% no índice masculino e 6% no feminino desde 2009.

Em relação a 1988, ano com o maior registro de mortes pela doença, os resultados mostram uma queda de 26% e 21%, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?