TECNOLOGIA

Canadá inaugura o primeiro hospital digital da América do Norte

As instalações, com capacidade para 656 camas, supuseram um investimento de 2.130 milhões de dólares canadenses (uns 1.700 milhões de dólares).

  • Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
Foto: Divulgação

O primeiro hospital totalmente digital da América do Norte, Humber River Hospital, abriu esta semana suas portas na cidade canadense de Toronto com serviços automáticos como robôs que transportam provisões pelos corredores.

O hospital abriu oficialmente suas portas com a mudança de 350 pacientes internados nas antigas instalações do Humber River Hospital às novas edificações na região noroeste de Toronto, indicou o centro de saúde em comunicado.

As instalações, com capacidade para 656 camas, supuseram um investimento de 2.130 milhões de dólares canadenses (uns 1.700 milhões de dólares).

O centro de saúde ganhou o título do primeiro hospital totalmente digital da América do Norte graças ao uso intensivo das mais avançadas tecnologias da atualidade, acrescentou a informação.

Por exemplo, a área de radiologia conta com três robôs que são capazes de movimentar-se ao redor do paciente em vez que sejam os pacientes os que se colocam em diferentes posições para obter imagens de raios X de seus corpos.

Outra das novidades é a de robôs automatizados que circulam pelos corredores do hospital transportando provisões ao pessoal e que são capazes inclusive de utilizar os elevadores.

Humber River Hospital também conta com um robô de quimioterapia que mistura os remédios prescritos pelos doutores e enche o produto final, após comprovar a dose adequada para cada paciente, para sua entrega.

Os pacotes preparados pelo robô estão etiquetados com códigos de barras que são lidos por pessoal sanitário com scanners antes que o coquetel de remédios seja utilizado no paciente para evitar erros médicos.

Nos quartos dos pacientes, cada cama está equipada com um computador e um teclado que permite aos indivíduos acessar o seu histórico médico, ligar para familiares, ler livros, ver a televisão e jogar videogames.

O hospital também foi construído para reduzir seu impacto ambiental com detalhes como a instalação de um teto “verde”, no qual crescem plantas tanto para reduzir as necessidades energéticas do edifício como para proporcionar uma estadia mais agradável para os pacientes, concluiu o centro de saúde.

Marcados com: , , ,
Publicado em Dicas e curiosidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?