AEDES

Campanha contra mosquito aedes aegypti terá reforço do Ministério da Defesa

A ação começa depois do carnaval, no dia 13 de fevereiro.

  • Foto: Wikimedia CommonsFoto: Wikimedia Commons
Foto: Wikimedia Commons

O Ministério da Defesa anunciou nesta quarta-feira (27) que irá fazer uma campanha nacional com 220 mil homens e mulheres  do Exército, Marinha e Aeronáutica para percorrer as ruas de cidades brasileiras a fim de auxiliar a população no combate ao aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e do zika vírus.

O ministro Aldo Rebello detalhou a divisão do efetivo e explicou que a pasta vai contribuir em quatro etapas para o combate do inseto.

“É a campanha de esclarecimento casa por casa. Para essa campanha, nós mobilizaremos 220 mil homens e mulheres das três Forças, sendo 160 mil do Exército, 30 mil da Marinha e 30 mil da Aeronáutica. Um pouco mais de 60% do efetivo total de 300 mil homens e mulheres das Forças Armadas”, disse Rebello.

A ação começa depois do carnaval, no dia 13 de fevereiro. Algumas cidades brasileiras já realizam campanhas como essa em nível municipal, como acontece em São Paulo, uma das cidades com maior incidência do mosquito no Brasil.

A primeira fase compreende um esforço coletivo para “a erradicação do mosquito em equipamentos das Forças Armadas, como quarteis e equipamentos militares”, explicou o ministro.

No final, a quarta fase vai compreender o desenvolvimento da campanha em escolas.

O objetivo é visitar 3,3 milhões de lares, de acordo com o ministro.

Marcados com: ,
Publicado em Saúde e Bem-estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?