SAÚDE ALEMANHA

Bill Gates agradece a Merkel ajuda a sistemas de saúde de países pobres

O milionário americano Bill Gates, presidente da Fundação Bill e Melinda Gates, agradeceu nesta terça-feira à chanceler alemã, Angela Merkel, a ajuda de seu país ao desenvolvimento dos sistemas de saúde das nações pobres e pediu trabalhar a longo prazo na luta contra as epidemias.

  • mas infoIR08. LISBOA (PORTUGAL), 01/02/06.- El presidente de Microsoft, Bill Gates, dicta un discurso después de la firma de unos acuerdos entre el Gobierno portugués y Microsoft en Lisboa, Portugal, hoy miércoles 1 de febrero. Gates realiza una visita de dos días al país. EFE/Inacio RosaBill Gates agradece a Merkel ajuda a sistemas de saúde de países pobres
Bill Gates agradece a Merkel ajuda a sistemas de saúde de países pobres

O milionário americano Bill Gates, presidente da Fundação Bill e Melinda Gates, agradeceu nesta terça-feira à chanceler alemã, Angela Merkel, a ajuda de seu país ao desenvolvimento dos sistemas de saúde das nações pobres e pediu trabalhar a longo prazo na luta contra as epidemias.

“O ebola mostrou que as ajudas imediatas são tão necessárias quanto o trabalho em longo prazo em pesquisa de doenças infecciosas e no desenvolvimento dos sistemas sanitários dos países pobres”, disse Gates, cuja fundação promove a saúde e a educação em nações em desenvolvimento.

De acordo com o milionário e filantropo americano, o caso do ebola mostra que as ajudas não apenas favorecem os países em vias de desenvolvimento, já que “as crises sanitárias podem adquirir da noite para o dia uma dimensão global”.

Gates foi recebido hoje por Merkel, que aceitou a presidência honorária de uma conferência de doadores da Aliança Global para Vacinas e Imunização (Gavi, sigla em inglês) que será realizada em Berlim a partir de 27 de janeiro do ano que vem.

A Gavi vacinou 440 milhões de crianças em países em via de desenvolvimento para contribuir na luta contra a mortalidade infantil. A Fundação Bill e Melinda Gates, que realiza vários projetos na luta contra a pobreza e as doenças em diversos países, é o principal doador privado da Gavi.

O ministro da Cooperação e Desenvolvimento Econômico, Gerd Müller, disse que a Alemanha planeja aumentar sua contribuição anual a Gavi para até 40 milhões de euros (R$ 127.293.734). No orçamento alemão deste ano há 38 milhões de euros (R$ 120.929.047) destinados a Gavi, enquanto a contribuição de 2013 foi de 30 milhões.

Marcados com: , , ,
Publicado em Dicas e curiosidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?