DENGUE

Argentina soma 11 mortes por dengue em 2016 e pelo menos 35 mil casos

Já com relação ao zika, foram estudados no total 1.471 casos, enquanto para a febre chicungunha houve 2.777 alertas.

  • Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos PúblicasFoto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

A Argentina soma 11 mortes por dengue neste ano e pelo menos 35 mil casos distribuídos por todo o país -a maioria deles autóctones e concentrados na região nordeste-, embora a curva epidemiológica esteja em descenso, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais.

As autoridades da área de saúde contabilizaram até o momento 32.441 casos confirmados ou prováveis autóctones e 2.551 confirmados ou prováveis importados (o contágio aconteceu fora das fronteiras do país), segundo o último Boletim Integrado de Vigilância do Ministério da Saúde.

Até o momento foram reportadas 11 mortes por dengue e foram descartados até 14.035 casos e permanecem em estudo outros 14.925.

“Foram registrados focos de dengue com transmissão sustentada nas províncias de Buenos Aires, CABA (Cidade Autônoma de Buenos Aires), Córdoba, Corrientes, Chaco, Entre Ríos,Santa Fé, Santiago del Estero e Tucumán, entre outras”, descreve o relatório.

Nas primeiras 17 semanas de 2016, os casos acumulados superaram em 31,6% os registrados para o mesmo período em 2009, o último ano de incidência especialmente grave da doença.

No entanto, “a diferença entre ambos anos para o mesmo período é menor do que a registrada nas passadas semanas”, destaca o boletim.

Já com relação ao zika, foram estudados no total 1.471 casos, enquanto para a febre chicungunha houve 2.777 alertas.

Marcados com: , ,
Publicado em Doenças e Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?