Cruz Vermelha alerta Peru sobre possível surto de dengue ou zika

Chuvas e inundações no Peru podem favorecer a reprodução do Aedes, mosquito transmissor da dengue e zika.

  • mas infoEFE/Sebastião MoreiraEFE/Sebastião MoreiraEFE/Sebastião Moreira
EFE/Sebastião Moreira

As fortes inundações que assolam o Peru estão provocando um aumento da presença de mosquitos, o que faz a Cruz Vermelha temer o ressurgimento de epidemias como dengue, chicungunha, febre amarela e zika.

As grandes precipitações e inundações no Peru por causa do fenômeno meteorológico “El Niño” deixaram até o momento mais de 100 mortos, 20 desaparecidos, 350 feridos, 140 mil afetados e cerca de 940 mil desabrigados.

EFE/David Aguilar

“Chuvas recordes provocaram avalanches e inundações, que criaram as condições perfeitas para o desenvolvimento do mosquito Aedes Aegypti”, alerta um comunicado da Federação Internacional da Cruz Vermelha (FICV).

Este mosquito é endêmico no norte do Peru e é responsável pela transmissão de quatro das doenças virais mais letais da região: dengue, chicungunha, febre amarela e zika.

A organização alerta que a situação piora gradualmente conforme continua chovendo e, segundo as previsões das agências meteorológicas, as precipitações não vão parar nas próximas semanas.

Marcados com: , ,
Publicado em Doenças e Tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Login

Registrar | Perdeu sua senha?