• HONDURAS SAÚDEHonduras reporta 1º nascimento de bebê com microcefalia associada ao zika
  • (Chamada) SAÚDE ZIKAZika vírus pode permanecer no sêmen mais que o esperado, segundo estudo
  • ZIKA VACINA (Pauta)OMS diz que vacina para zika irá demorar no mínimo 18 meses para ser testada
  • OMS ZIKAOMS recomenda que grávidas adiem viagens para locais com zika
  • OMS ZIKA (Ampliação)OMS: Testes amplos de vacina contra zika só ocorrerão depois de 18 meses
  • (Chamada) OMS ZIKAOMS: Testes amplos de vacina contra zika só ocorrerão depois de 18 meses
  • (Chamada) OMS ZIKAOMS diz que teste de diagnóstico de zika pode estar disponível em semanas
  • AUSTRÁLIA ZIKAAustrália confirma segundo caso de grávida com zika vírus
  • SAÚDE ZIKAAIEA oferece tecnologia à América Latina para detecção antecipada de zika
  • PERU SAÚDEPeru declara emergência em áreas com surto de raiva causada por morcegos

EFEEmprende_BannerV2-2

EFEEmprende_BannerV2-2

O contágio pelo vírus HIV entre adolescentes aumentará 60% até 2030 se não houver avanços na luta contra a Aids nesta faixa etária, uma das mais vulneráveis, alertou o Unicef.

No Dia Mundial de Luta contra a Aids, o Unicef advertiu que o número de contágios entre adolescentes pode passar de 250 mil para 400 mil por ano em menos de 15 anos, se os progressos para combater a propagação do vírus no setor mais vulnerável da população ficarem estagnados.

“A cada dois minutos, um adolescente – e as mulheres têm mais probabilidades – é contaminado com o HIV. Se quisermos acabar com a Aids, devemos redobrar os esforços para nos ocupar de todas as crianças e adolescentes”, afirmou o diretor-executivo do Unicef, Anthony Lake.

Prioridade para situação na África

Cerca de 41 mil adolescentes entre 10 e 19 anos morreram de Aids em 2015 no mundo todo. Além disso, 1,1 milhão de adolescentes, crianças e mulheres contraíram o vírus no ano passado, a maioria na África Subsaariana. Nesta região, três em cada quatro novos infectados entre 15 e 19 anos são meninas.

O relatório propõe várias estratégias para prevenir os contágios do HIV entre adolescentes e tratar os que já a contraíram.

Por exemplo, insiste na necessidade de melhorar a coleta de dados e aumentar os esforços para combater a discriminação sexual e a violência contra as mulheres.

A ONU ainda destacou a importância que as mulheres e as meninas recebam proteção social e legal de seus governos para poder tomar suas próprias decisões sobre sua vida sexual e reprodutiva, assim como os recursos necessários para se proteger do risco de contrair a doença.

Meta é erradicar a Aids

Erradicar a Aids até 2030 é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, já que quase 37 milhões de pessoas vivem com a doença em todo o planeta.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, lembrou que o compromisso da ONU é “não deixar a ninguém para trás” e conseguir quem em 2030 não haja mais infecções, nem discriminação nem mortes causadas pela Aids.

Login

Registrar | Perdeu sua senha?