• HONDURAS SAÚDEHonduras reporta 1º nascimento de bebê com microcefalia associada ao zika
  • (Chamada) SAÚDE ZIKAZika vírus pode permanecer no sêmen mais que o esperado, segundo estudo
  • ZIKA VACINA (Pauta)OMS diz que vacina para zika irá demorar no mínimo 18 meses para ser testada
  • OMS ZIKAOMS recomenda que grávidas adiem viagens para locais com zika
  • OMS ZIKA (Ampliação)OMS: Testes amplos de vacina contra zika só ocorrerão depois de 18 meses
  • (Chamada) OMS ZIKAOMS: Testes amplos de vacina contra zika só ocorrerão depois de 18 meses
  • (Chamada) OMS ZIKAOMS diz que teste de diagnóstico de zika pode estar disponível em semanas
  • AUSTRÁLIA ZIKAAustrália confirma segundo caso de grávida com zika vírus
  • SAÚDE ZIKAAIEA oferece tecnologia à América Latina para detecção antecipada de zika
  • PERU SAÚDEPeru declara emergência em áreas com surto de raiva causada por morcegos

EFEEmprende_BannerV2-2

EFEEmprende_BannerV2-2

Decidir destino, organizar orçamento, escolher datas e fazer reservas. Férias são uma delícia, mas há uma lista de coisas a fazer e prestar atenção antes de despachar a bagagem, e uma delas é sua saúde.

Assim como a pesquisa dos lugares a visitar, é importante procurar saber das condições de temperatura, medicamentos aceitos, se há vacinas que devem ser tomadas, tanto dentro quanto fora do Brasil.

Prepare sua necessaire

O Ministério da Saúde lançou um portal chamado Saúde do Viajante, em português, espanhol e inglês, com orientações de saúde para viagens e internacionais. Além de uma série de cuidados gerais, há dicas específicas para alguns países e regiões, para antes e durante sua viagem.

Para quem vai passar uma temporada fora de casa, a primeira recomendação é procurar seu médico. Vale a pena pedir uma lista de medicamentos básicos para ter em mãos, como para resfriado, alergia, enjoo, dor de barriga.

Quem faz uso contínuo de algum medicamento, como de pressão, diabetes ou anticoncepcionais, deve levar a prescrição e, dependendo do destino, quantidade suficiente para os dias de viagem.

Pesquise o clima e a comida

Estar de férias é sair da rotina. Em geral isso inclui comer fora dos horários habituais e caminhar muito. Lembre-se de beber bastante água para não desidratar, mas evite água de torneira ou bica. Experimentar as comidas locais é uma das partes mais gostosas de ser turista, mas preste atenção à limpeza dos ambientes e às condições de conservação, temperatura e apresentação dos alimentos. Além disso, pesquise o clima e as tradições locais para não passar aperto e saber de antemão o que esperar do seu destino.

Doenças Endêmicas e ZIKA, previna-se!

Procure saber se o país ou a região que você vai visitar exige certificado de vacinação. O Brasil está livre de rubéola e sarampo, mas outros países não. Verifique se seu cartão de vacinação está em dia, também para a febre amarela e hepatites A e B.

O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) já reforçaram que o risco de transmissão de doenças pelo mosquito Aedes aegypti durante as Olimpíadas, no Rio de Janeiro, é mínimo. Mas vale ficar alerta e adotar medidas de proteção contra o mosquito, que transmite zika, dengue e chicungunha.

Para aumentar a proteção, principalmente das gestantes, o Ministério da Saúde orienta os viajantes a se hospedar em locais que tenham telas de proteção em portas e janelas, e a usar ar-condicionado e o ventilador, que também servem de barreiras de proteção contra o mosquito.

Ao viajar para regiões onde o mosquito está presente, seja no Brasil ou na América Latina, prefira roupas de mangas longas, calças e sapatos fechados, além de usar repelente. Se apresentar sintomas como manchas vermelhas na pele, coceira, febre (alta ou baixa), dor no corpo ou nos olhos, procure um posto de saúde, beba bastante líquido e não tome nenhum medicamento antes de ser avaliado por um médico.

Para terminar, conselho básico para sua viagem e para a vida: use camisinha.

Login

Registrar | Perdeu sua senha?